Pular para o conteúdo principal

Análise: Elderand

- Eis que depois de um tempo sem avaliar novos jogos, venho até aqui para fazer uma análise completa de Elderand, um indie bem interessante e desafiador que mistura vários dos melhores gêneros de jogos em sua fórmula.

Sobre o jogo:

- Elderand é um RPG de ação e aventura em plataforma desenvolvido pela Mantra e Sinergia Games (Estúdio brasileiro), publicado pela Graffiti Games no dia 16 de fevereiro de 2023 para as plataformas Nintendo Switch e PC (Steam) — O jogo custa R$59,99 na eShop brasileira.

- A começar pelo visual, o jogo conta com um estilo artístico em pixel art, amado por uns e odiado por outros, mas não se engane, pois a arte do game é muito bem trabalhada, tanto nos personagens quanto nos vários ambientes presentes pelo mapa.



- Já no que diz respeito à trilha sonora, bem, o que posso dizer é que não é tão variada, pois apesar de possuir uma música diferente para cada área do mapa, ele possui poucas, porém extensas, áreas a serem exploradas. Isso significa que você passará bastante tempo ouvindo a mesma música, mas não é algo tão ruim já que as músicas não são massantes e casam perfeitamente com o ambiente pelos quais estamos passando.

- O jogo também conta com localização completa em português do Brasil e, embora não tenha tantos diálogos, você com certeza vai fazer bom uso dessa tradução para o nosso idioma quando parar para ler as várias notas coletáveis que encontrará pelo caminho se quiser saber um pouco mais sobre a história do jogo.

Gameplay:

- Como todo bom RPG, Elderand nos permite customizar os personagens no momento de sua criação, embora não tenha uma variedade muito grande de aparências para escolher. Além disso, o jogo possui um sistema de nível e atributos, poderes e habilidades especiais, varias armas e equipamentos, bem como a possibilidade de aprimora-las. O mapa é gigantesco,  e bem naquela pegada metroidvania, cheio de áreas escondidas e locais que só são acessíveis depois de adquirir certas habilidades, além de uma variedade bem significativa de inimigos e chefes poderosos que vão te dar um certo trabalho para vencer.


- Engana-se quem acha que Elderand é um jogo fácil, pois é bem punitivo. O jogo usa o velho método de salvamento na fogueira, o que significa dizer que se você morrer, e vai morrer, antes de chegar até a próxima fogueirinha, vai perder todo o progresso até ali e isso não é tudo já que a chance de drop dos itens de criaturas é muito baixo, o que dificulta sua chance de achar alguns equipamentos e armas melhores ou itens para poder aprimorá-los, mas não se preocupe, existe a possibilidade de você poder comprar algumas coisas com as moedinhas de ouro do jogo nos poucos vendedores espalhados por aí ou de achar arcas escondidas em determinadas áreas perigosas.

- Durante a minha jogatina, a maior dificuldade foi conseguir me equipar adequadamente, pois os monstros desde o começo tiravam muita vida a cada golpe e a baixa chance de adquirir novos equipamentos sem precisar ter que comprá-los em algum vendedor me fizeram morrer bastante. Daí você pode estar se perguntando o porquê de eu evitar ter de comprar os itens no vendedor, não é? Bem, a verdade é que até certo ponto do jogo você não tem fast travel para facilitar sua locomoção pelo mapa, o que te dá certo trabalho para chegar aos vendedores sem perder muito tempo matando os monstros ou morrendo para eles durante o trajeto e se ficar gastando seu dinheiro com qualquer coisa, vai acabar faltando quando precisar comprar alguns itens para aprimorar seus equipamentos.

- Por fim, mas não menos importante, vale ressaltar que recebemos a chave para acesso antecipado do jogo, então, agradeço tanto a publisher quanto as desenvolvedoras pela oportunidade de avaliar o game antecipadamente. Dito isso, confesso que não encontrei muitos problemas além da queda de quadros em várias áreas do jogo e um bug esquisito que só aconteceu comigo durante algumas lutas no coliseu, onde a música de fundo ficava travando e os inimigos após morrerem ficavam intangíveis e continuavam andando pela sala como se estivessem vivos, me fazendo ter que fechar e abrir o jogo novamente para corrigir o problema. No entanto, vale ressaltar que, até o momento em que produzi está matéria, o jogo sofreu uma grande atualização, corrigindo a maior parte dos problemas.

O trailer do jogo você pode conferir a seguir:


- Ah, e antes que eu me esqueça, o jogo vale cada centavo dos US$19,99 ou R$59,99 na eShop brasileira, ainda mais se você for em busca dos 100% que nem eu! Além disso, ele não ocupa muito espaço do Micro SDXC, apenas 2,8GB. Agora, quero saber o que você achou do jogo, pretende dar uma chance e jogar? Me diga nos comentários, pois sua opinião é extremamente importante para nós!

- Para comprar o Nintendo Switch, basta clicar aqui;
- Para comprar os jogos, clique aqui;
- Para comprar outros produtos, clique aqui.
- Para promoções de jogos na eShop, clique aqui.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sousou no Frieren: Mangá entra em hiato por tempo indeterminado!

- Segundo a edição mais recente da revista Shonen Sunday , o mangá Frieren e a Jornada para o Além ( Sousou no Frieren ) entrou em hiato, sem previsão de retorno. O premiado mangá é serializado desde abril de 2020 na revista Weekly Shonen Sunday , com nove volumes encadernados até então pela Shogakukan . - A título de curiosidade, a obra é escrita por Kanehito Yamada e ilustrada por Tsukasa Abe , além disso, já tem uma adaptação em anime anunciada para estrear este ano. No Brasil, o mangá é publicado pela editora Panini . Você pode conferir a capa do primeiro volume abaixo: Sinopse: A história depois de um grupo de heróis terem derrotado o Rei Demônio. Você acompanhará Frieren, uma elfa diferente dos seus três companheiros de viagem. Você verá o que ela viveu no mundo, o que ela sentiu depois da aventura ter terminado. E ainda, sua relação com os que ficaram e o que seria a oração para os mortos... “Essa história começa depois que a aventura termina”. “Uma fantasia pós-aventura que

Nintendo Switch: Como Solucionar O ERRO 9001-2470!

(Imagem Ilustrativa.) - Se você é dono de um Nintendo Switch, com certeza já passou por esse problema ou ficou sabendo de alguém que tenha passado em algum momento, não é mesmo? Pois bem, para você que ainda não passou por isso (como eu) e que ainda não sabe do que se trata, eu te explico. O erro em questão ocorre quando você tenta comprar um jogo, seja na eShop BR ou numa eShop gringa, utilizando um cartão de crédito. - A mensagem recebida pelos usuários que já relataram passar por esse problema, é:  " Código de erro: 9001-2470 Não é possível usar este cartão de crédito. " e como são muitas as pessoas tendo problemas com esse maldito erro, cá estou para tentar ajudar você a gastar seu suado dinheirinho com a Nintendo caso isso também esteja lhe causando transtornos. - Antes de mais nada, é importante ressaltar que a Nintendo já está ciente do problema e fornece ajuda aos seus usuários através do suporte online em seu próprio site oficial e que o problema não acorre somen

Tudo o que você precisa saber sobre os cartões Micro SD!

- Resolvi deixar um pouco de lado as notícias sobre games para ganhar uma quantidade razoável de tempo a mais para ser capaz de produzir alguma coisa que fosse útil a vocês para facilitar suas compras e evitar prejuízo comprando a coisa errada ou algo do tipo, então, cá estou para falar sobre os cartões Micro SD. Muita gente andou me perguntando como saber quais são os melhores para se utilizar nos nossos queridos consoles e eu não podia deixá-los na mão. - Pois bem, antes de mais nada, é preciso que você entenda o que significa o termo Micro SD e quais os tipos diferentes de cartões existentes, então, confira as informações abaixo: Micro SD (Secure Digital): São cartões que variam de 4MB a 2GB de capacidade; Micro SD HC (Secure Digital High Capacity): São cartões que variam de 4GB a 32GB de capacidade; Micro SD XC (Secure Digital Extended Capacity): São cartões que variam de 64GB ao infinito e além. *Na prática, isso serve para que você saiba identificar onde vai colocar o cartão,