Pular para o conteúdo principal

[Análise]: Blasphemous II


- Pois bem, meus amigos, mais uma vez estou aqui para compartilhar com vocês um pouco mais sobre minha experiência jogando, e desta vez, a sequência de um metroidvania de muito respeito e bem punitivo, diga-se de passagem. Porém, antes de começar a minha análise, gostaria de agradecer a Team17 e a The Game Kitchen por me fornecerem a chave para o acesso antecipado ao jogo. Agora, sem mais delongas, vamos ao que interessa, não é mesmo?!

Sobre o Jogo

- Blasphemous II é um RPG de ação, aventura e plataforma bem punitivo, desenvolvido pela The Game Kitchen e publicado pela Team17 Digital para as plataformas Nintendo Switch, PlayStation 5, Xbox Series X|S e PC no dia 24 de agosto de 2023.

- A começar pelos gráficos, o jogo possui um visual em pixel art aprimorado em relação a seu predecessor, assim como também manteve seu ar sombrio na construção dos cenários e design das muitas criaturas e chefes grotescos encontrados pelo caminho. Não só a trilha sonora, como também a dublagem dos personagens é espetacular, casam muito bem, você se sente realmente imerso naquele mundo, como se estivesse participando de um filme ou literalmente dentro daquele mundo.


- Antes de prosseguir, é importante lembrar que a trama de Blasphemous II é uma continuação direta dos eventos ocorridos em Blasphemous "Wounds of Eventide 2021 Update", então você pode se sentir meio perdido na história caso não tenha jogado o primeiro jogo. Dito isso, vamos ao enredo!

- Você, na pele do penitente, é despertado numa terra desconhecida e implacável, lançado de volta ao ciclo interminável de vida, morte e ressurreição. Nesta nova história, o milagre está de volta, e com ele o nascimento de uma nova criança milagrosa profética foi predito e cabe a você, mais uma vez, impedir que a profecia se cumpra. Naturalmente, nem preciso dizer que o caminho é longo e sofrido já que você terá que explorar um mundo estranho, derrotar monstruosidades grotescas e dar tudo de si pela sua missão.


Gameplay

- Em Blasphemous II o penitente tem a opção de escolher entre três armas para iniciar sua peregrinação — mas eventualmente encontrará as outras duas e poderá alternar entre elas durante a gameplay — além disso, podemos pular, esquivar, aplicar finalizações nos inimigos, bloquear e contra atacar, bem como subir de nível para gastar cada pontinho que você suou para conseguir, numa árvore de talentos para aprimorar o personagem, desbloqueando novas habilidades.

- O jogo também conta com vários itens coletáveis para minha alegria para os que quiserem se aventurar rumo ao 100%, sendo que alguns deles podem ser equipados e darem ao penitente alguma habilidade a mais, além de ter uma gama de inimigos e chefes horripilantes (mantendo o estilo do título anterior), e um mapa labiríntico enorme bem ao estilo metroidvania para ser explorado.

- E já que tocamos no assunto de itens que você pode equipar, o penitente também possui uma espécie de Rosário e cada uma das contas te concede algum benefício, mas claro, é preciso coletar essas contas e desbloquear mais espaços para elas no Rosário para que seu personagem fique cada vez mais poderoso.


- Outra coisa importante é que você também pode carregar algumas figuras no seu Retábulo das Benesses e elas lhe concederão alguns benefícios que ajudarão em sua jornada. No entanto, assim como as contas do Rosário, é preciso adquirir essas figuras e desbloquear mais espaços para conseguir carregar uma maior quantidade delas com você.

- A dificuldade do jogo continua muito boa, punitiva como sempre. Percorrendo o mapa você encontrará em algum momento os altares chamados de Prie Dieu, onde você pode e deve salvar o seu progresso já que caso você venha a morrer, o penitente voltará ao último ponto de salvamento e todo o seu progresso além daquele ponto será perdido. Os inimigos também não são brincadeira, arrancam bastante vida ao te atingir e têm uma inteligência artificial muito boa, com padrões de combate variados, mas nada que você não consiga se adaptar para superar.

- Agora, vamos ao meu parecer sobre o jogo. Assim como o primeiro título, ele é completamente localizado em português (com diálogos super interessantes, vale dizer), suas telas de carregamento não são demoradas e até onde pude jogar, o jogo rodou lisinho na Switch, não encontrei bugs ou glitches e muito menos alguma queda de frames.


- Também achei os comandos fáceis de se aprender e bem responsivos, até porque, tinham que ser já que qualquer escorregada pode te levar ao túmulo novamente. As lutas contra os chefes são muito boas e exigem um certo nível de habilidade do jogador, mas não se preocupe, logo você irá perceber todos os padrões e acabará com a raça deles, basta ter paciência.

- E para finalizar, Blasphemous II possui um custo benefício muito bom, considerando seu valor x tempo de gameplay e para quem está preocupado com espaço, ele ocupa apenas 2,2GB da capacidade do seu Micro SDXC, o que não é lá tanto espaço, não se preocupe. Agora, quero que me digam o que acharam desse jogo, pois sua opinião é extremamente importante para nós.

- Para comprar o Nintendo Switch, basta clicar aqui;
- Para comprar os jogos, clique aqui;
- Para comprar outros produtos, clique aqui;
- Para promoções de jogos na eShop, clique aqui.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nintendo Switch: Como Solucionar O ERRO 9001-2470!

(Imagem Ilustrativa.) - Se você é dono de um Nintendo Switch, com certeza já passou por esse problema ou ficou sabendo de alguém que tenha passado em algum momento, não é mesmo? Pois bem, para você que ainda não passou por isso (como eu) e que ainda não sabe do que se trata, eu te explico. O erro em questão ocorre quando você tenta comprar um jogo, seja na eShop BR ou numa eShop gringa, utilizando um cartão de crédito. - A mensagem recebida pelos usuários que já relataram passar por esse problema, é:  " Código de erro: 9001-2470 Não é possível usar este cartão de crédito. " e como são muitas as pessoas tendo problemas com esse maldito erro, cá estou para tentar ajudar você a gastar seu suado dinheirinho com a Nintendo caso isso também esteja lhe causando transtornos. - Antes de mais nada, é importante ressaltar que a Nintendo já está ciente do problema e fornece ajuda aos seus usuários através do suporte online em seu próprio site oficial e que o problema não acorre somen

Sousou no Frieren: Mangá entra em hiato por tempo indeterminado!

- Segundo a edição mais recente da revista Shonen Sunday , o mangá Frieren e a Jornada para o Além ( Sousou no Frieren ) entrou em hiato, sem previsão de retorno. O premiado mangá é serializado desde abril de 2020 na revista Weekly Shonen Sunday , com nove volumes encadernados até então pela Shogakukan . - A título de curiosidade, a obra é escrita por Kanehito Yamada e ilustrada por Tsukasa Abe , além disso, já tem uma adaptação em anime anunciada para estrear este ano. No Brasil, o mangá é publicado pela editora Panini . Você pode conferir a capa do primeiro volume abaixo: Sinopse: A história depois de um grupo de heróis terem derrotado o Rei Demônio. Você acompanhará Frieren, uma elfa diferente dos seus três companheiros de viagem. Você verá o que ela viveu no mundo, o que ela sentiu depois da aventura ter terminado. E ainda, sua relação com os que ficaram e o que seria a oração para os mortos... “Essa história começa depois que a aventura termina”. “Uma fantasia pós-aventura que

Tudo o que você precisa saber sobre os cartões Micro SD!

- Resolvi deixar um pouco de lado as notícias sobre games para ganhar uma quantidade razoável de tempo a mais para ser capaz de produzir alguma coisa que fosse útil a vocês para facilitar suas compras e evitar prejuízo comprando a coisa errada ou algo do tipo, então, cá estou para falar sobre os cartões Micro SD. Muita gente andou me perguntando como saber quais são os melhores para se utilizar nos nossos queridos consoles e eu não podia deixá-los na mão. - Pois bem, antes de mais nada, é preciso que você entenda o que significa o termo Micro SD e quais os tipos diferentes de cartões existentes, então, confira as informações abaixo: Micro SD (Secure Digital): São cartões que variam de 4MB a 2GB de capacidade; Micro SD HC (Secure Digital High Capacity): São cartões que variam de 4GB a 32GB de capacidade; Micro SD XC (Secure Digital Extended Capacity): São cartões que variam de 64GB ao infinito e além. *Na prática, isso serve para que você saiba identificar onde vai colocar o cartão,