Pular para o conteúdo principal

[Análise]: Knight vs Giant: The Broken Excalibur

 

- Bem, agora que já descansei minha mente o suficiente, após jogar alguns jogos de "fazendinha", cá estou mais uma vez para apresentá-los a mais um joguinho interessante. Porém, antes de mais nada, gostaria de agradecer a desenvolvedora Gambir Studio por ter me fornecido, através do Keymailer, uma cópia da chave e permitido que essa análise acontecesse.

Sobre o jogo

Knight vs Giant: The Broken Excalibur é um roguelite de ação desenvolvido pela Gambir Studio e publicado pela PQube nas plataformas Nintendo SwitchPlayStation 5Xbox Series X|S e PC (Steam) no dia 5 de outubro de 2023.

- A começar pelos gráficos, o jogo possui um visual cartoonizado muito lindo, onde a ambientação dos mapas fizeram-me recordar de Bastion. Além disso, os personagens e animações são muito bem trabalhados e devidamente acompanhados de uma trilha sonora bem satisfatória que acerta nos momentos mais tensos e alivia nos mais amenos.

 - Em Knight vs Giant: The Broken Excalibur os Cavaleiros da Távola Redonda partem em busca do Santo Graal, mas acidentalmente libertam um grande perigo em Camelote, o Gigandte do Vazio. Diante de tal perigo, o Rei Artur parte para a batalha, mas tanto ele quanto seus cavaleiros sucumbem à grande ameaça. Na falta dos protetores do reino e com uma Excalibur danificada, Merlin utiliza um feitiço poderoso para levar o Gigante de volta ao lugar de onde veio, mas no processo ele acaba transportando todo o reino para o Plano astral  junto com o monstro, e para piorar, os cidadãos de Camelote se dispersaram pela dimensão.

- Infelizmente, Merlin só pode trazer de volta a vida um dos cavaleiros, e escolhe dar uma nova chance para o rei. Resumidamente, seu objetivo agora é derrotar os monstros enquanto procura pelos cidadãos desaparecidos e restaura Camelote para que Merlin os leve de volta para o plano de onde vieram.


Gameplay

- Em Knight vs Giant: The Broken Excalibur você pode utilizar inúmeras habilidades adquiridas de forma aleatória pelos mapas, bem como comprar algumas delas que aparecem aleatoriamente na lista de itens do vendedor, além de poder subir de nível as armas que pega emprestadas com as estátuas de seus falecidos cavaleiros.

- Já que tocamos no assunto, para comprar ou melhorar alguma coisa você precisará de 3 tipos de moedas. As douradas podem ser utilizadas para reconstruir os pedaços do seu reino ou melhorar suas armas, já as roxas são usadas na compra de habilidades com o vendedor enquanto você está perambulando pelos mapas, e a moeda azul serve para comprar construções específicas para o seu reino.

- Como dito anteriormente, durante meu breve resumo sobre a história do jogo, você deve procurar pelos cidadãos de Camelote enquanto estiver explorando os mapas gerados aleatoriamente, isso porque caso deixe de resgatá-los, não conseguirá reconstruir o reino e perderá alguns de seus benefícios.

- Com relação às armas e habilidades, você começa o jogo podendo optar entre duas de cada e, a medida que avança no jogo, libera mais estátuas e consequentemente mais armas e habilidades. 


- Os inimigos são bem variados e alguns deles são extremamente chatos de se enfrentar, mas nada que você não consiga passar com um pouco de sorte nas habilidades adquiridas durante o caminho. O problema mesmo são os chefes, pois alguns tem habilidades bem complicadas de se esquivar, então é preciso que você esteja muito bem preparado e atento a elas para não acabar vacilando que nem eu haha.

- Agora, passando um olhar mais técnico no jogo, as telas de carregamento no console não são muito demoradas e eu não encontrei nenhum bug enquanto jogava, mas existiram algumas poucas vezes em que a taxa de quadros caiu quando a tela ficou abarrotada de inimigos e efeitos das habilidades do personagem, mas num geral, o jogo roda lisinho.


- Infelizmente, Knight vs Giant: The Broken Excalibur não está localizado em português, o que pode dificultar e muito o entendimento da história para algumas pessoas já que no início os diálogos são bem frequentes e longos. No mais, o jogo possui um preço que na minha opinião é bem justo para o número de horas que você irá jogá-lo e o espaço ocupado em seu Micro SDXC é pequeno, apenas 1,4GB. Agora, quero que me digam o que acharam desse jogo, pois sua opinião é extremamente importante para nós.

- Para comprar o Nintendo Switch, basta clicar aqui;
- Para comprar os jogos, clique aqui;
- Para comprar outros produtos, clique aqui;
- Para promoções de jogos na eShop, clique aqui.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nintendo Switch: Como Solucionar O ERRO 9001-2470!

(Imagem Ilustrativa.) - Se você é dono de um Nintendo Switch, com certeza já passou por esse problema ou ficou sabendo de alguém que tenha passado em algum momento, não é mesmo? Pois bem, para você que ainda não passou por isso (como eu) e que ainda não sabe do que se trata, eu te explico. O erro em questão ocorre quando você tenta comprar um jogo, seja na eShop BR ou numa eShop gringa, utilizando um cartão de crédito. - A mensagem recebida pelos usuários que já relataram passar por esse problema, é:  " Código de erro: 9001-2470 Não é possível usar este cartão de crédito. " e como são muitas as pessoas tendo problemas com esse maldito erro, cá estou para tentar ajudar você a gastar seu suado dinheirinho com a Nintendo caso isso também esteja lhe causando transtornos. - Antes de mais nada, é importante ressaltar que a Nintendo já está ciente do problema e fornece ajuda aos seus usuários através do suporte online em seu próprio site oficial e que o problema não acorre somen

Sousou no Frieren: Mangá entra em hiato por tempo indeterminado!

- Segundo a edição mais recente da revista Shonen Sunday , o mangá Frieren e a Jornada para o Além ( Sousou no Frieren ) entrou em hiato, sem previsão de retorno. O premiado mangá é serializado desde abril de 2020 na revista Weekly Shonen Sunday , com nove volumes encadernados até então pela Shogakukan . - A título de curiosidade, a obra é escrita por Kanehito Yamada e ilustrada por Tsukasa Abe , além disso, já tem uma adaptação em anime anunciada para estrear este ano. No Brasil, o mangá é publicado pela editora Panini . Você pode conferir a capa do primeiro volume abaixo: Sinopse: A história depois de um grupo de heróis terem derrotado o Rei Demônio. Você acompanhará Frieren, uma elfa diferente dos seus três companheiros de viagem. Você verá o que ela viveu no mundo, o que ela sentiu depois da aventura ter terminado. E ainda, sua relação com os que ficaram e o que seria a oração para os mortos... “Essa história começa depois que a aventura termina”. “Uma fantasia pós-aventura que

Tudo o que você precisa saber sobre os cartões Micro SD!

- Resolvi deixar um pouco de lado as notícias sobre games para ganhar uma quantidade razoável de tempo a mais para ser capaz de produzir alguma coisa que fosse útil a vocês para facilitar suas compras e evitar prejuízo comprando a coisa errada ou algo do tipo, então, cá estou para falar sobre os cartões Micro SD. Muita gente andou me perguntando como saber quais são os melhores para se utilizar nos nossos queridos consoles e eu não podia deixá-los na mão. - Pois bem, antes de mais nada, é preciso que você entenda o que significa o termo Micro SD e quais os tipos diferentes de cartões existentes, então, confira as informações abaixo: Micro SD (Secure Digital): São cartões que variam de 4MB a 2GB de capacidade; Micro SD HC (Secure Digital High Capacity): São cartões que variam de 4GB a 32GB de capacidade; Micro SD XC (Secure Digital Extended Capacity): São cartões que variam de 64GB ao infinito e além. *Na prática, isso serve para que você saiba identificar onde vai colocar o cartão,