Pular para o conteúdo principal

[Análise]: Sagres

- Pois bem, meus amigos, hoje trago-lhes mais um RPG que acabou me surpreendendo com sua história e gameplay interessantes, mas antes de começarmos a nos aprofundar no assunto, gostaria de agradecer a Kakehashi Games, que por meio do PressEngine, me forneceu acesso ao jogo para tornar essa análise possível. Agora, sem mais demora, vamos ao que interessa!

Sobre o Jogo

- Sagres é um RPG de aventura e simulação de navegação em mundo aberto desenvolvido pela Ooze e publicado pela Kakehashi Games para as plataformas Nintendo Switch, em 17 de abril de 2024, e PC (Steam) no dia 18 de setembro de 2023.

- A começar pelos gráficos, o jogo possui um agradável visual minimalista rico em detalhes, que é acompanhado por uma trilha sonora empolgante que torna as nossas viagens em alto mar menos cansativas e mais emocionantes.

- A história do jogo mistura alguns elementos reais com ficção, mas resumidamente falando, em Sagres, os jogadores assumem o comando de um navio explorador português como o jovem capitão Fernando, onde irão explorar os Sete Mares por volta de 1400 para investigar o misterioso desaparecimento do lendário explorador Sir Antônio.


Gameplay

- O jogo te permite personalizar seu navio, lutar contra piratas e monstros marinhos, além de montar uma tripulação. Mas engana-se quem pensou que ele só tinha isso a oferecer, pois Sagres também exige dos jogadores um bom raciocínio, uma vez que teremos que gerenciar nossos recursos a cada viagem, além de nos preocuparmos com a direção dos ventos já que estamos na época dos navios a vela, então é importantíssimo move-las corretamente para garantir a velocidade do navio.

- Como você é o capitão da embarcação, cabe a ti se responsabilizar por contratar o número mínimo de tripulantes necessários para te ajudar a tomar conta do navio, além de comprar suprimentos suficientes para não ficar na mão durante sua viagem em alto mar. Digo isso, pois, o tempo durante suas viagens só começa a correr quando seu navio está em movimento, então, enquanto você estiver perambulando pelos mares, seus suprimentos vão esgotando gradativamente, assim como sua moral com a tripulação, o que significa dizer que vez ou outra você precisará ancorar em alguma cidade costeira para reabastecer, e claro, dormir para descansar. Acho que não seria necessário mencionar, mas só para lembrar, caso você insista em navegar sem comida por algum tempo, seus tripulantes vão morrer e se o número deles chegar a zero, é game over!


- Para reduzir o número de paradas ao longo das expedições, será necessário que você compre embarcações maiores para ter espaço suficiente para transportar mais suprimentos, canhões - pois os mares são perigosos - e navegadores. E já que tocamos no assunto, os navegadores são uma parte extremamente importante da sua tripulação, pois como você estará rodando o mundo em diversas expedições, passará por muitos continentes e países diferentes, sendo assim, se chegar num país no qual não saiba a língua local, vai acabar sem entender o que falam e consequentemente não encontrará as pistas necessárias para chegar ao fim da sua viagem de exploração. Resumindo, os navegadores são como intérpretes responsáveis por garantir que você consiga se comunicar com diferentes povos, então certifique-se de ter espaço para eles na sua embarcação.

- Os combates do jogo tem suas ações decididas através de um baralho baseado no jogo de Pedra, Papel e Tesoura. Seu inimigo escolhe as cartas que ele irá jogar, mas assim como no Pedra, Papel e Tesoura, você não sabe o que está por vir, fazendo com que você precise basear suas jogadas futuras no histórico de jogadas passadas do inimigo, tornando as batalhas interessantes pela aleatoriedade das jogadas. Mas não se preocupe, quanto maior for a intuição do seu personagem, mais chances você terá de descobrir qual carta será jogada pelo seu inimigo, facilitando seu combate. Ah! Antes que eu me esqueça, caso seu navio sofra danos durante os combates navais, será preciso que o concerte na cidade mais próxima para evitar ser afundado com facilidade por inimigos futuros, uma vez que por mais forte que você esteja, o resultado das batalhas é incerto por conta da aleatoriedade das jogadas durante o confronto.


- Enquanto busca informações sobre Sir Antônio, você terá que garantir a grana para comprar seus suprimentos, contratar tripulantes, comprar, modificar e/ou reparas seu navio, então, terá que pegar inúmeras missões de exploração na guilda de Lisboa. Essas missões tem tempo para serem concluídas, garantindo gold e reputação para você e seus amigos.

- O sistema de missões funciona da seguinte forma: Assim que você aceita uma expedição, metade do valor da recompensa já é lhe entregue para cobrir os gastos com suprimentos, tripulação e compra de informações, pois para iniciar sua viagem é sempre bom passar na taverna da cidade para adquirir informações quentes de por onde começar a sua procura. Geralmente as missões são apenas para investigar alguma coisa e quase sempre se resolvem rapidamente na primeira cidade que você aportar, mas outras envolvem pegar novas informações nas tavernas de outras cidades, além de, em alguns casos, ser necessário resolver puzzles ou combater inimigos para finalizá-las e garantir o restante do valor prometido como recompensa.

- Vale mencionar que sempre que passar por uma cidade, acesse a guilda dela (caso tenha) para olhar o quadro de missões, pois assim você toma conhecimento de novas expedições e poderá aceitá-las no quadro de missões da sua guilda em Lisboa. Vale lembrar que as missões só podem ser aceitas na guilda de Lisboa e você só pode aceitar uma por vez.


- Durante as viagens, você pode ser atacado por piratas ou passar por inúmeros contratempos em alto mar com a sua embarcação, como problema com ratos, incêndios, tripulantes clandestinos, doenças, cantos de sereia, etc. Para cada um desses contratempos o jogo exige que você tome uma decisão sobre o que fazer, e se for mal sucedido na escolha, provavelmente perderá alguns tripulantes e/ou suprimentos, além de prejudicar sua moral com a tripulação restante. Mas nem tudo está perdido! Pois para alguns desses problemas existe solução, já que é possível comprar por exemplo, um gato, para soltá-lo quando estiver tendo problemas com ratos, remédios para combater determinadas doenças e por aí vai (por isso é sempre bom visitar a loja das cidades por onde passar).

- Com relação a bug e outros tipos de problemas, devo dizer que não encontrei nenhum, o jogo roda lisinho no console. O maior problema aqui foi a falta de localização em português do Brasil, pois como se trata de um RPG, textos são o que mais temos! Então, se tiver muita dificuldade em inglês, provavelmente pensará duas vezes em adquiri-lo. Mas num geral, o jogo tem um custo benefício ótimo e entrega mais do que o esperado.

- Vale lembrar que se você tem problemas com o espaço do seu Micro SDXC, saiba que ele ocupa apenas 253MB em sua versão para Switch. Meu veredito? Posso dizer que VALE A MINHA RECOMENDAÇÃO. Agora, quero que me digam o que acharam desse jogo, pois sua opinião é extremamente importante para nós.

- Para comprar o Nintendo Switch, basta clicar aqui;
- Para comprar os jogos, clique aqui;
- Para comprar outros produtos, clique aqui;
- Para promoções de jogos na eShop, clique aqui.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sousou no Frieren: Mangá entra em hiato por tempo indeterminado!

- Segundo a edição mais recente da revista Shonen Sunday , o mangá Frieren e a Jornada para o Além ( Sousou no Frieren ) entrou em hiato, sem previsão de retorno. O premiado mangá é serializado desde abril de 2020 na revista Weekly Shonen Sunday , com nove volumes encadernados até então pela Shogakukan . - A título de curiosidade, a obra é escrita por Kanehito Yamada e ilustrada por Tsukasa Abe , além disso, já tem uma adaptação em anime anunciada para estrear este ano. No Brasil, o mangá é publicado pela editora Panini . Você pode conferir a capa do primeiro volume abaixo: Sinopse: A história depois de um grupo de heróis terem derrotado o Rei Demônio. Você acompanhará Frieren, uma elfa diferente dos seus três companheiros de viagem. Você verá o que ela viveu no mundo, o que ela sentiu depois da aventura ter terminado. E ainda, sua relação com os que ficaram e o que seria a oração para os mortos... “Essa história começa depois que a aventura termina”. “Uma fantasia pós-aventura que

Nintendo Switch: Como Solucionar O ERRO 9001-2470!

(Imagem Ilustrativa.) - Se você é dono de um Nintendo Switch, com certeza já passou por esse problema ou ficou sabendo de alguém que tenha passado em algum momento, não é mesmo? Pois bem, para você que ainda não passou por isso (como eu) e que ainda não sabe do que se trata, eu te explico. O erro em questão ocorre quando você tenta comprar um jogo, seja na eShop BR ou numa eShop gringa, utilizando um cartão de crédito. - A mensagem recebida pelos usuários que já relataram passar por esse problema, é:  " Código de erro: 9001-2470 Não é possível usar este cartão de crédito. " e como são muitas as pessoas tendo problemas com esse maldito erro, cá estou para tentar ajudar você a gastar seu suado dinheirinho com a Nintendo caso isso também esteja lhe causando transtornos. - Antes de mais nada, é importante ressaltar que a Nintendo já está ciente do problema e fornece ajuda aos seus usuários através do suporte online em seu próprio site oficial e que o problema não acorre somen

Unnamed Memory tem adaptação em anime anunciado!

-  Foi anunciado recentemente pela Kadokawa que a série de light novels " Unnamed Memory " ganhará uma adaptação para anime em 2023. Naturalmente, um trailer e mais detalhes foram revelados. - " Unnamed Memory " terá direção de Kazuya Miura (" Uzaki-chan Wants to Hang Out! "), roteiro de Deko Akao (" The Case Study of Vanitas "), design de personagens por Chika Nomi (" Kemono Michi: Rise Up ") e a trilha sonora está por conta de Akito Matsuda (" Sound! Euphonium "). O estúdio responsável é o ENGI . - A título de curiosidade, " Unnamed Memory " é uma série de light novels escrita por Kuji Furumiya , inicialmente publicada em 2008 de forma independente pela autora. Em 2012, ela começou a publicar a série no site Shosetsuka ni Naro e em 2019 os livros começaram a ganhar uma versão impressa pela Kadokawa . A série de light novels possui seis volumes ao todo e sua adaptação em mangá está em publicação desde 2020. -